Não seja pego de surpresa - Cápsula #12

Barra da calça, Viagens supersônicas, Séries de TV e Apostando contra a Tesla.

A Dica: Pra não ser pego de calça-curta (ou longa)

Dica da Nióbio

Ser pego de calça-curta: É uma expressão utilizada no sentido de ser pego de surpresa, inesperadamente.

Como os adultos consagraram o uso de calças compridas, a expressão começou a ser utilizada para descrever aquele que foi pego desprevenido, sem experiência, semelhante a um menino que ainda usa calças curtas.

No popular, calça curta tem sentido negativo, já na moda é neutra, dependendo apenas do seu estilo. Fizemos um guia com 4 alturas populares de barra e como usar para não passar vergonha:

A post shared by @minhaniobio

1. Qualquer lugar do mundo em 4 horas e por 100 dólares

Tecnologia da Semana

Os tempos de viagem não evoluíram muito desde o início da era dos jatos nos anos 50 e 60, mas isso pode mudar! Um novo grupo de startups está trabalhando em projetos supersônicos e hipersônicos. A Boom Supersonic foi a primeira a lançar uma aeronave de demonstração, o XB1, em outubro passado.

Hoje ela trabalha a Overture, o avião comercial Mach 2.2 (2716.56 km/h) que pretende colocar no ar até 2026. Os planos são de acomodar entre 65 e 88 pessoas, cobrir mais de 500 rotas transoceânicas com preços semelhantes ao da classe executiva atual e ser 3 vezes mais rápido que os jatos comerciais de hoje. Nova York a Londres levaria apenas 3 horas e 15 minutos, hoje leva cerca de 7 horas.

"Ou falhamos, ou mudamos o mundo" - disse o CEO, Blake Scholl - "Muda onde podemos tirar férias, muda onde podemos fazer negócios, mudanças pelas quais você pode se apaixonar."

Principais pontos em 10 segundos:

  • Sonho de 20 anos...4 horas e US$ 100 para qualquer lugar do mundo é um objetivo de longo prazo da Boom, de duas ou três gerações de aeronaves no futuro.

  • Rápido o suficiente para fazer a diferença...o objetivo principal é transformar um voo noturno em diurno. Em vez de pagar por uma cama voadora na executiva poder dormir na melhor cama do mundo: a sua!

  • 100% neutro em carbono...a Boom quer criar um avião que não tenha novas emissões de carbono. Ou seja, você suga carbono da atmosfera, transforma em combustível e usa no avião. Ao sair pela parte de trás, você só está movendo o carbono em círculos.

  • 6 bilhões de dólares...é o valor que a Boom já tem em encomendas da aeronave Overture.

  • Aerion AS3...é a aeronave comercial supersônica do principal concorrente da Boom, Aerion. Foi anunciada em março de 2021, será capaz de transportar 50 passageiros e atingir velocidades Mach 4+ (~5000 km/h).

  • Avião supersônico já foi realidade...o Concorde foi um dos únicos jatos supersônicos que operou comercialmente, mas era um desastre ambiental e ridiculamente caro. Ele voou de 1969 a 2003.

A Boom Supersonic usa a Lógica da Adequação

Ao explicar o futuro da Boom, Blake Scholl (CEO), explicou como se planejam e tomam decisões:

“Muitas pessoas pensam um ou dois passos à frente. Acho útil pensar muito mais longe e dizer: 'onde queremos estar em uma ou duas décadas? E o que é possível nessa escala de tempo?’ Então você trabalha de trás para frente e diz: 'como vamos chegar lá?'”

Explicamos esta lógica na dica de "Como tomar decisões como pessoas inovadoras?" e falamos sobre ela na primeira cápsula.


2. "Tem quantos episódios?"

Estilo de Vida da Semana

Toda vez que me sugerem uma série nova eu pergunto quantos episódios ela tem. Sejamos sinceros, hoje em dia o tempo é escasso e as séries são abundantes! Não dá pra ver tudo, tem que ter um filtro de qualidade e duração.

Um designer entediado na quarentena criou a ferramenta "Can I Binge?". Nela você pode conferir quanto tempo gastará para assistir aquela série que te recomendaram e se isso cabe na sua rotina.


3. Michael Burry está apostando contra a Tesla

Comportamento da Semana

Em um documento regulatório, Michael Burry revelou que comprou opções de venda contra 800.100 ações da Tesla. Ou seja, ele está apostando 534 milhões de dólares que as ações da Tesla vão cair até o fim do 4º trimestre desse ano. A notícia veio acompanhada de uma queda de 4% das ações da empresa na segunda-feira passada, somando uma perda de 20% desde o início do mês. A empresa tem tido um 2021 difícil com a queda das vendas na China e a dificuldade de produção por falta de peças nos Estados Unidos e China.

Hoje, a Tesla depende da venda de créditos regulatórios para gerar lucro. A receita líquida de $270 milhões do quarto trimestre de 2020 só foi possível graças aos $401 milhões em vendas de crédito de carbono para outras montadoras. Só no primeiro trimestre de 2021, já foram vendidos outros $518 milhões de dólares em créditos.

Burry acredita que esta dependência é um sinal vermelho e um empecilho para as perspectivas de longo prazo da empresa. Visto que cada vez mais as montadoras estão produzindo seus veículos elétricos e precisando menos comprar créditos da Tesla para diminuir sua pegada de carbono.

Quem é Michael Burry?

Burry é um famoso investidor que foi retratado no livro e filme homônimo, A Grande Aposta, vencedor do Oscar de Melhor Filme de 2016. Ele ficou famoso por apostar (e ganhar) contra títulos de hipotecas antes da crise do subprime em 2008.